Como lidar com um orientador difícil de conviver?

O período de elaboração de um TCC ou uma monografia já é estressante por si só. No entanto, você pode encarar outra situação difícil que é ter um orientador difícil de conviver. O papel de um professor orientador de um Trabalho de Conclusão de Curso é muito complexo. Ele tem como obrigações as seguintes tarefas:

 

  • Conduzir e estruturar o TCC ou a monografia;
  • Indicar referências bibliográficas para a temática desenvolvida;
  • Corrigir e solicitar revisões do trabalho;
  • Corrigir as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT);
  • Preparar o grupo ou estudante de graduação para a apresentação final;
  • Entre outras responsabilidades.

 

Ou seja, a relação entre um estudante de graduação que está elaborando um TCC e um orientador deve ser de mentor para um aprendiz. Isso significa que um bom relacionamento é necessário para a elaboração e finalização de um TCC ou uma monografia de qualidade.

Se você está com dificuldades em realizar as alterações solicitadas por seu orientador no seu Trabalho de Conclusão de Curso ou monografia, você pode contratar uma consultoria de TCC ou monografia. Uma consultoria contratada ficará responsável em deixar todo seu trabalho de acordo com as alterações solicitadas pelo seu orientador. Dessa maneira, o convívio entre vocês ficará mais fácil.

Se nessa área você pode contratar uma consultoria para ajudá-lo no que for necessário, na hora de lidar com um orientador difícil também há algumas atitudes para minimizar os conflitos na relação de mentor e aprendiz.

 

  1. Separe o tratamento pessoal das orientações acadêmicas

 

Todos os alunos estabelecem relações que são desafiadoras no mundo acadêmico, seja com um professor, um grupo de colegas de classe, o coordenador do curso ou até com o orientador.

A última situação é ainda mais difícil, já que o estudante precisa seguir algumas revisões impostas pelo orientador. No entanto, seu orientador pode ser uma pessoa difícil de conviver e nem ter consciência disso. Por isso, é importante se colocar no lugar dele.

Um orientador tem muitas responsabilidades e obrigações na hora de realizar a mentoria em um Trabalho de Conclusão de Curso com um estudante ou um grupo. Ainda mais, o resultado desse trabalho irá para o currículo do orientador.

Por isso, pode ser que o orientador seja exigente, impaciente ou mesmo intransigente. Dessa forma, você precisa separar o tratamento pessoal das orientações acadêmicas e lembrar que o orientador é um professor especialista no tema escolhido para o TCC ou a monografia. Isso significa que por mais que ele seja difícil de conviver, suas orientações para modificações do trabalho são baseadas em experiência e conhecimento.

 

Leia também: Entenda como apresentar seu TCC de forma exemplar

 

  1. Mantenha os encontros formais

 

É necessário encontrar o orientador pelo menos uma vez na semana e apresentar evolução na elaboração do TCC ou da monografia. No entanto, mantenha esses encontros formais. Nada de conversar sobre vida pessoal, superficialidades ou outras temáticas com um orientador difícil. Isso pode proporcionar conflitos ou estender os encontros.

Você também deve deixar de lado seu desagrado com o orientador e não se atrasar ou remarcar todos as reuniões. Agindo dessa maneira, você não terá as orientações acadêmicas necessárias para ter um Trabalho de Conclusão de Curso devidamente corrigido.

Se o orientador é uma pessoa difícil, leve em consideração apenas as orientações acadêmicas. Não deixe de cumprir com suas obrigações de comparecer aos encontros. Isso só irá prejudicar você.

No entanto, na hora de conversar sobre o TCC, tenha diálogos diretos e assertivos. Não há necessidade de prolongar um assunto com um orientador difícil. Dessa forma, você irá otimizar o seu tempo e não irá conviver demais com seu orientador.

 

  1. Evite conflitos pessoais

 

É fácil entrar em conflitos pessoais com um orientador difícil, ainda mais se você não concordar com as alterações propostas por ele em seu TCC. Em uma situação assim, você deve ter bons argumentos e ser assertivo em sua defesa.

Dessa forma, lide com o conflito de forma acadêmica, não leve nada para o lado pessoal. O ideal é manter um equilíbrio entre as alterações solicitadas pelo seu orientador e sua própria forma de elaborar o trabalho. Sua opinião também importa na hora de elaborar o Trabalho de Conclusão de Curso. Você será o autor principal. Portanto, se um conflito não for resolvido, procure o coordenador do curso.

 

Leia também: 5 dicas para controlar a ansiedade no período de TCC

 

  1. Troque de orientador

 

Isso é mais fácil no começo de uma orientação de TCC. Se você perceber que há muitas divergências entre você e um orientador difícil sobre como elaborar o TCC ou a monografia, procure o coordenador do curso de sua instituição de ensino para mudar de orientador.

Esse é um direito seu, já que o TCC é seu trabalho mais importante para ser aprovado na graduação. Leve a sério a elaboração de seu Trabalho de Conclusão de Curso. Se não for possível ter reuniões apenas formais com o orientador difícil e levar em consideração apenas suas orientações acadêmicas, peça ajuda para trocar de orientador.

 

VR Monografias

Somos especializados em Monografias, Artigos Acadêmicos e todos os modelos de produção textual para área acadêmica. Temos expertise em diversas áreas! Trabalhamos de forma profissional, exclusiva, com prazo rápido e de forma sigilosa. Produzimos o TCC de acordo com a norma ABNT para sua aprovação. Monografias aprovadas e sem plágio!

Solicite agora mesmo o seu orçamento!